Sorte
Capital Inicial

Eu preciso de sorte
Já que eu tenho paciência
Trevos e dedos cruzados
À enésima potência

Seria simples se os ventos
Soprassem a meu favor
Não consegui o que eu quis
E tudo que fiz foi por amor

Não é que eu queira ter tudo
Não é que eu fiz por merecer
Eu preciso de sorte
Prá chegar até você

Eu preciso de sorte
Mesmo sem ter direito
Eu menti e disfarcei
E continuo insatisfeito

Nada é tão errado
Eu sei o preço mas não o valor
Fiz o que eu não devia
Mas tudo que fiz foi por amor