Meu Juramento
Cezar e Paulinho

Por você, a quem tanto implorei
Numa noite feliz de luar
Os teus lábios ardentes beijei
Em seus braços deixei me levar
Mas você foi tão falsa pra mim
Ao me beijar e abraçar sem razão
Esse foi o começo do meu fim
Até que veio a noite da desilusão
Toda a minha esperança perdi
Para o meu coração eu jurei
Que não hei de ficar mais aqui
Onde tanto desgosto passei
Vou-me embora, pra onde, não sei
E não quero voltar nunca mais
Pra sofrer tudo aquilo que sofri
Ao seu lado, confesso
Pra mim foi demais

Seu retrato, que eu tinha guardado
Já rasguei, pra tentar te esquecer
Eu não quero pensar no passado
Para não aumentar meu sofrer
Mas eu tudo eu vejo o seu rosto
Sua boca tão linda, a falar
Desafogo esse grande desgosto
Com um copo de bebida
Na mesa de um bar
Toda a minha esperança perdi
Para o meu coração eu jurei
Que não hei de ficar mais aqui
Onde tanto desgosto passei
Vou-me embora, pra onde, não sei
E não quero voltar nunca mais
Pra sofrer tudo aquilo que sofri
Ao seu lado, confesso
Pra mim foi demais