Temos a Força dos Ventos
Vitorino

Temos a força dos ventos
Já ninguém nos aguenta
E se a nossa moda é lenta
Vão depressa os pensamentos

Primavera ai que linda
Mocidade sempre eterna
Paz independência e terra
Coisas que eu não tenho ainda


Não se atrevam a parar-me
Temos fuzil e razão
Queremos liberdade e pão
E a certeza de ficar.